26
Fev 11

Animal, chamado de "cacto ambulante", pode ser o elo na evolução entre os aracnídeos e os vermes. Fóssil foi encontrado em 2006, mas só foi divulgado nesta sexta
Redação Época, com Agência EFE

Uma equipe de pesquisadores chineses encontrou o fóssil de uma criatura de 520 milhões de anos, apelidada de "cacto ambulante", que poderia ser o antepassado mais antigo descoberto até agora das atuais aranhas. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (25) pelos próprios pesquisadores.

   Reprodução
CÁCTUS AMBULANTE Reconstituição do Diania cactiformis, possível elo perdido entre aranhas e vermes.

A criatura, com dez pares de patas articuladas e seis centímetros de comprimento, se chama Diania cactiformis e é o primeiro elo perdido conhecido entre os vermes e os artrópodes. Ela teria habitado, segundo pesquisas, o fundo do oceano no que é hoje a província chinesa de Yunnan, próximo ao Himalaia.

"Os artrópodes são um dos grupos de animais invertebrados de maior sucesso entre os biólogos, e é muito lindo ter descoberto o que pode ser o animal mais primitivo desse grupo com patas articuladas", disse Jianni Liu, líder da equipe de pesquisa conjunta entre a Universidade de Freie na Alemanha e a do Noroeste da China, em Xian.

Para a pesquisadora, o descobrimento é importante “porque apresenta evidências de que os artrópodes evoluíram a partir dos lobopódios". Esses são os antepassados dos vermes, cujos registros fósseis remontam ao período Cambriano. Os corpos dos extintos lobopódios eram formados por segmentos diversos, e suas patas costumavam acabar em uma unha.

O fóssil da Diania cactiformis foi descoberto em 2006 durante uma prospecção no distrito de Chengjian, em Yunnan. As investigações chegaram à conclusão de que o animal poderia ser o membro mais evoluído dos lobopódios, ou mesmo o primeiro artrópode.

A doutora Liu acaba de publicar na revista Nature a tese na qual ela e sua equipe estiveram trabalhando, de que a Diania se deslocava a grande velocidade e saltava com agilidade, caractaerísticas dos aracnídeos. A equipe acredita que alguns dos apêndices da Diania evoluíram até se transformar em articulações que deram mais capacidade de sobrevivência aos artrópodes.

publicado por profdbio às 17:05
|  O que é? | favorito
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
18
19
20
23
25
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
karakas o kara quer virar um elefante
kkkkkkkkkkkkkk
cadÊ o post???
O assunto esta muito interessante, fez com que eu ...
sorte que esse e um blog de escola se não ia xinga...
A pessoa que faz isso é muito burra! Não precisa d...
nossa imagino que os "fortinhos"lá da escola dever...
Essa é mais uma daquelas pegadinhas de professor.....
hehehehe...ficou foda essa!
Cara...eu acho que cada país...deveria criar uma c...
blogs SAPO