13
Set 10

 

Os cientistas de todo o mundo ainda estão tentando descobrir a resposta para a mais básica, porém mais intrigante questão com que a humanidade já se deparou em toda a sua existência:

" Por que o frango cruzou a estrada?"

Para chegar a uma conclusão completa e abrangente, estão escutando a opinião de vários especialistas no assunto:

JOÃOZINHO: Porque sim.
POLIANA: Porque estava feliz.
PLATÃO: Porque buscava alcançar o Bem.
ARISTÓTELES: É da natureza dos frangos cruzar a estrada.
NELSON RODRIGUES: Porque viu sua cunhada, uma galinha sedutora, do outro lado.
MARX: O atual estágio das forças produtivas exigia uma nova classe de frangos, capazes de cruzar a estrada.
MOISÉS: Uma voz vinda do céu bradou ao
frango: "Cruza a estrada!" E o frango cruzou a estrada e todos se regozijaram.
ALMIR KLINK: Para ir onde nenhum frango jamais  esteve.
MACONHEIRO: Foi a maió viagem...bicho !
MARTIN LUTHER KING: Eu tive um sonho. Vi um mundo
no qual todos os frangos serão livres para cruzar a estrada
sem que sejam questionados seus motivos.
MAQUIAVEL: A quem importa o por quê? Estabelecido o fim de cruzar a estrada, é irrelevante discutir os meios que utilizou para isso.
FREUD: A preocupação com o fato de o frango ter cruzado a estrada é um sintoma de sua insegurança sexual.
DARWIN: Ao longo de grandes períodos de tempo, os frangos têm sido selecionados naturalmente, de modo que, agora, têm uma predisposição genética a cruzar estradas.
EINSTEIN: Se o frango cruzou a estrada ou a estrada se moveu sob o frango, depende do ponto de vista. Tudo é relativo.
HEMINGWAY: "To die. Alone. In the rain."
FHC: Por que ele atravessou a estrada, não vem ao caso. O importante é que, com o Plano Real, o povo está comendo mais frango.
GEORGE ORWELL: Para fugir da ditadura dos porcos.
SARTRE: Trata-se de mera faticidade. A existência do frango está em sua liberdade de cruzar a estrada.
PINOCHET: El se fué, pero tengo muchos penachos de el en mi mano!
ACM : Estava tentando fugir, mas já tenho um dossiê pronto, comprovando que aquele frango pertence a Jorge Amado. Quem o pegar vai ter que se ver comigo.
PROMOTOR: Na verdade, o frango foi pego numa
tentativa de desvio de verbas públicas e estava tentando fugir.
FEMINISTAS: Para humilhar a fêmea, tentando, além
disso, convencê-la de que enquanto franga, jamais terá habilidade suficiente para cruzar a estrada.
PDT: Para protestar contra as perdas internacionais promovidas por esse governo neoliberal e entreguista, e apoiar a renúncia de FHC, já ! Fora FHC!
MALUF: Não tenho nada a ver com isso. Pergunte ao Pitta.
PITTA: É de responsabilidade do Governo Estadual, Isto é um problema da Polícia Civil e não da Guarda Metropolitana.
COVAS: É preciso se apurar se a via, em questão, é de jurisdição Municipal, Estadual ou Federal.
LALAU: Não fui eu o responsável, não sou ladrão de galinhas e não havia galinhas no TRT.
DEPUTADO DO PT: Já estamos coletando assinaturas
para abertura de uma CPI, e se for necessário vamos
pedir a quebra do sigilo bancário também.
NIETZSCHE: Ele deseja superar a sua condição de frango, para tornar-se um superfrango.
CHE GUEVARA: Hay que cruzar la carretera, pero sin
jamás perder la ternura...
BLAISE PASCAL: Quem sabe? O coração do frango tem razões que a própria razão desconhece.
SÓCRATES: Tudo que sei é que nada sei.
PAPA: Parum chegarum doutrum ladum, amém.
PARMÊNIDES: O frango não atravessou a estrada porque não podia mover-se. O movimento não existe.
CAETANO VELOSO: O frango é amaro, é lindo, uma coisa assim amara. Ele atravessou, atravessa e atravessará a estrada porque Narciso, filho de anô, quisera comê-lo, ...ou não!
DORIVAL CAYMMI : Eu acho (pausa)... - Amália, vai lá ver pra onde vai esse frango pra mim, minha filha, que o moço aqui tá querendo saber...
ROBERTO CARLOS: porque, hã, ao chegar do outro
lado, hã, e refletir sobre a vida, hã, ele descobriu que o importante é que emoções viveu...
ENÉAS: Isto é fruto da política neoliberal que favorece a elite do nosso país. Se nós tivéssemos a bomba atômica brasileira não estariamos sendo sugados pelo FMI e ele não precisaria estar atravessando essa estrada, meu nome é ENÉAS!
ZECA CAMARGO: Para vencer os outros participantes,
nesta disputa radical!
CARLA PEREZ: Porque queria se juntar aos outros mamíferos...
BUNECÃO:Por q ele tinha q arrumar as gavetas!E tem q falar com ele pra tomar cuidado,c sabe como são as estradas

publicado por profdbio às 01:53
|  O que é? | favorito
12
Set 10

 

* Por  Pedro Cardoso da Costa

 

É público que ele é um palhaço. Fazer as pessoas rirem é sua profissão. Por conta disso, tornou-se cantor. Por amor ou por ódio, ninguém se esquece de “Florentina”, sua famosa canção, e, por ter progredido na vida, foi convidado pelo Partido da República – PR para concorrer a uma vaga de deputado federal. Como esperado e pela praxe na política brasileira, será eleito, e com sobra, que ajudará na eleição de colegas da sigla. Foi para essa finalidade que foi convidado e por ela é o maior investimento do Partido.

Tiririca não inventou nada na sua campanha eleitoral, e tascou logo uma frase perfeita, ao pedir ao povo para que: “vote em Tiririca, pior do que tá, não fica”. Foi o que melhor surgiu até agora no horário eleitoral gratuito neste ano. Uma frase que não foge ao da campanha geral. O atual ministro da Cultura não entendeu assim e conseguiu achar deboche na frase do palhaço-candidato. Pior, conseguiu ver risco à democracia.

Que Tiririca usa uma brincadeira caricata não resta dúvida. Tiririca foi convidado em razão dela, não usurpou lugar de ninguém. Não inventou nada agora. É mais autêntico do que os beijinhos em qualquer peão, as crianças colocadas no colo a todo instante, comer tudo que é exótico, como buchada; mais autêntico até do que os famosos cafezinhos em padarias e lanches em barracas de rua, inimagináveis para os candidatos em outras épocas.

Quanto ao risco à democracia, essa citação está mais configurada como um vício de retórica. Quando houve a reabertura democrática, os atos de corrupção afloravam a todo instante, e o argumento geral era de positividade, sob a justificativa de que “agora os desmandos vêm a público”. Diminuiu, mas até hoje, alguns desvairados ainda repetem essa cantilena. Corrupção deve ser combatida em qualquer sistema de governo, ainda mais num governo democrático, que deveria criar mecanismos para evitá-la, pois o erário não costuma ser ressarcido dos valores usurpados.

Só para ficar em 2010, o governo do Distrito Federal, incluindo quase todos os deputados, foi flagrado empacotando dinheiro em todo lugar do corpo. A prefeitura de Dourados, segunda maior cidade do estado de Mato Grosso do Sul, também repetiu a cena. Está sem administrador. E o governador do Amapá está na cadeia. No Rio de Janeiro, um falso médico, que atuam no país inteiro, é acusado pelo assassinato de uma de suas vítimas.

Na esfera federal, houve a invasão aos dados fiscais da filha do candidato José Serra. É fato que foi por um órgão do atual governo; que envolve parentes do principal adversário. Mas, tentam passar para todos que tudo não passa de mera coincidência. Ainda repete-se a cena do pagamento de mais de seis milhões em outras extras aos funcionários do Senado, mesmo sem nenhum parlamentar trabalhando no mês janeiro. No meio do ano a prática de mais essa mamadeira se repetiu no Congresso. 

São exemplos de uma vastidão de acontecimentos tenebrosos, rotineiros, aos quais os governos ignoram e passam a idéia de que eles são fatos naturais e inevitáveis, o que não é verdade. Nem mesmo essas condutas ilegais, lesivas ao erário e oportunistas colocam a democracia em risco.

Tiririca tornou-se conhecido por um trabalho; simplório ou não, ao menos teve uma construção. O ministro da Cultura pouca gente, se existir alguém, deve saber de onde surgiu nem conhece algum trabalho relevante. Seria bom perguntar ao candidato-palhaço, e exigir uma resposta séria, se ele conhece algum projeto do Ministério da Cultura. Também deveria estender a mesma pergunta ao eleitorado brasileiro. O percentual de desconhecimento vai mostrar para o ministro que não é a brincadeira do candidato quem debocha da democracia. Tiririca só está errado em afirmar que pior do que está não fica. Fica, sim, mas não por conta da candidatura, da brincadeira sem graça de campanha nem pela votação esmagadora que terá Tiririca.

 

Extarído de Boa Vista Agora(o melhor periódico de internet de Roraima)

 

http://www.boavistaagora.com.br

publicado por profdbio às 22:19
|  O que é? | favorito
07
Set 10

 

Roraima é o 1º em mortes no trânsito

Roraima lidera o ranking nacional de mortes no trânsito. Aqui, morre-se mais em acidentes do que de homicídios, segundo aponta o Estudo dos Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS) 2010, divulgado semana passada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base nos dados de 2007. O coeficiente de mortalidade de acidentes de trânsito foi de 33,7.

Os acidentes de trânsito, por serem um dos fatores que ameaçam a segurança física dos cidadãos, refletem na qualidade de vida da população, que é um dos aspectos essenciais na busca do desenvolvimento sustentável.

Segundo o IBGE, além de Roraima, Santa Catarina (32,7) e Tocantins (32,2) são os três estados com maior coeficiente de mortalidade no trânsito no país, todos acima da média nacional, que é de 20,3 por 100 mil habitantes.

Um fator que chama a atenção no coeficiente de mortalidade por acidente de trânsito em Roraima é o dado em relação a homens e mulheres. Segundo o estudo, o coeficiente de mortalidade para os homens é de 54,3 e para mulheres de 11,1 por 100 mil habitantes.

As estatísticas do Departamento Estadual de Trânsito em Roraima (Detran) confirmam os dados nacionais. Em 2007, foram registrados 3.405 acidentes no estado, com 1.964 vítimas, sendo 147 fatais.

Mesmo com aumento dos acidentes nos anos seguintes, o número de mortes no trânsito no estado vem caindo. Em 2008 foram registrados 3.694 acidentes, com 1.888 vítimas, destas, 118 fatais. E no ano passado foram 4.051 acidentes, com 2.128 vítimas, sendo 138 fatais.

Para o chefe da unidade local do IBGE, Vicente de Paulo Joaquim, se houvesse mais rigor na coibição de práticas irregulares, a realidade no trânsito em Roraima seria outra. Segundo ele, para mudar esses indicadores é necessário políticas públicas voltadas para a segurança no trânsito, pois se observa o aumento da frota em circulação, a incidência de abuso e imprudência por parte dos motoristas.

Já a Organização Mundial da Saúde (OMS) considera os acidentes de trânsito como um dos maiores problemas de saúde pública no mundo, especialmente nos países em desenvolvimento, consequência da acelerada urbanização e motorização, não acompanhadas na mesma proporção de infraestrutura adequada. Além das mortes, há casos de deficiências permanentes.
NEURACI SOARES

Fonte:FOLHAWEB
publicado por profdbio às 13:45
|  O que é? | favorito
Setembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

RSS
Posts mais comentados
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
karakas o kara quer virar um elefante
kkkkkkkkkkkkkk
cadÊ o post???
O assunto esta muito interessante, fez com que eu ...
sorte que esse e um blog de escola se não ia xinga...
A pessoa que faz isso é muito burra! Não precisa d...
nossa imagino que os "fortinhos"lá da escola dever...
Essa é mais uma daquelas pegadinhas de professor.....
hehehehe...ficou foda essa!
Cara...eu acho que cada país...deveria criar uma c...
blogs SAPO